Inflação continua com projeções de alta, muito além do centro da meta

762
ads-topo-3

A projeção para a inflação este ano e 2017 continua em elevação por parte das instituições financeiras, segundo informações contidas no boletim Focus, publicado semanalmente pelo Banco Central (BC). Os números estão cada vez mais distantes do centro da meta, que é de 4,5% em 2016.

De acordo com o que consta no boletim, a projeção do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2016 passou de 7,26% para 7,56%, enquanto o teto neste ano é de 6,5%.

Já para 2017, a projeção passou de 5,8% para 6%, limite superior da meta para o ano.

Selic

Os analistas não esperam por mais aumento dos juros básicos em 2016, após a decisão tomada pelo Comitê de Política Monetária (Copom) de manter em 14,25% ao ano, contrariando especialistas que apostavam em alta.

Já a expectativa para a Selic em 2017 é de redução para 12,50% ao ano, ante a projeção anterior de 12,75% para o mesmo período.

Outros cenários

Além da inflação em alta, as instituições financeiras projetam retração da economia em 2016. A aposta para o Produto Interno Bruto (PIB) é de queda, 3,21% para 3,01%.

Já para 2017, é esperada uma recuperação da economia, mas com projeção de crescimento vez menor. A estimativa foi alterada de 0,70% para 0,60%.

Por fim, a retração da produção industrial este ano tem projeção 4%. Em 2017, o setor deve se recuperar, com crescimento estimado de 1,5%.

* É permitida a reprodução parcial ou total deste material, desde que citada a fonte com link.

Comentários

Comentários