Imposto de Renda: erro faz Receita trocar versão do programa

580

Os contribuintes do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2016 que baixaram o programa gerador e não enviaram as informações, devem fazer o download de uma nova versão do aplicativo, disponibilizado nesta quinta-feira (3). A versão original não permitia a verificação do Cadastro de Pessoa Física (CPF) de dependentes, segundo informou o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir.

Contudo, de acordo com Joaquim, os contribuintes que já enviaram a declaração não precisam se preocupar, já que ciente da falha a própria Receita Federal deve fazer uma revisão das declarações para procurar eventuais erros.

E aqueles que preencheram a declaração, total ou parcialmente, e ainda não transmitiram para a Receita, não devem perder dados. “Não precisa fazer nada porque o arquivo gerador da declaração poderá ser recuperado do computador da pessoa”, destacou.

Como o contribuinte deve proceder?

O contribuinte deve baixar a nova versão, finalizar o preenchimento e fazer a transmissão.

Se por algum motivo tentar transmitir a declaração a partir da versão antiga do programa, um aviso de alerta sobre a necessidade de fazer o download e utilizar a nova versão aparecerá na tela.

Até as 11 horas de desta quarta-feira (3), quase 700 mil declarações foram recebidas pela Receita Federal.

A expectativa para este ano é de que 28,5 milhões de contribuintes entreguem a declaração. O prazo é dia 29 de abril.

 

* É permitida a reprodução parcial ou total deste material, desde que citada a fonte com link.

Comentários

Comentários

ADS-BOTTOM-GESTAO-NFE