Impostômetro: R$ 703 bilhões já foram arrecadados de brasileiros em 2016

891
ads-topo-3

Mais de R$ 703,5 bilhões. O equivalente a cerca de 892.848.185 salários mínimos ou 11 meses de cesta básica para toda a população brasileira é o que os brasileiros pagaram em impostos até as 17h320 desta quarta-feira (4), segundo o “Impostômetro”. O impostômetro é um dispositivo instalado na sede da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Em 2015 houve um recorde histórico. No dia 30 de dezembro, o impostômetro alcançou a marca inédita de R$ 2.000.000.000.000 (dois trilhões de reais).

No ano que o recorde de impostos pagos pelos brasileiros foi atingido, foi constatado também uma carga tributária bem superior à calculada em 2014. Foram 32,71% do Produto Interno Bruto (PIB), contra 2,43%, estimados pelo Tesouro Nacional.

Segundo o presidente da ACSP, Alencar Burti, o Brasil não deve suportar novos impostos.

“Qualquer tentativa de elevação de impostos irá aprofundar a recessão. Esperamos que o governo comece a revisar seus gastos para ajustar o orçamento. Só assim será possível recuperar a confiança do consumidor e do empresariado”, afirma.

O impostômetro

Em 2015, o Impostômetro completou 10 anos.

Ele é um painel eletrônico que calcula, em tempo real, a arrecadação de impostos no Brasil.

O impostômetro está instalado na sede da associação Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que fica na Rua Boa Vista, região central da capital paulista.

O objetivo da ferramenta é conscientizar a população sobre a alta carga tributária imposta e incentivá-la a cobrar os governos por serviços públicos de qualidade.

Pelo portal é possível descobrir o que dá para os governos fazerem com todo o dinheiro arrecadado.

Lá também é se pode levantar os valores que as populações de cada Estado e município brasileiro pagaram em tributos.

 

* É permitida a reprodução parcial ou total deste material, desde que citada a fonte com link.

Comentários

Comentários