Balança comercial registra recorde histórico para 1º semestre

1304
ads-topo-3

A balança comercial, diferença entre exportações e importações, registrou em junho um superávit de US$ 3,974 bilhões, totalizando para o semestre US$ 23,635 bilhões, o melhor resultado para os seis primeiros meses do ano da história. Especialistas apontam a queda das importações em ritmo mais acelerado que o recuo das exportações como motivo para o resultado.

Entretanto, mesmo com o resultado positivo registrado no primeiro semestre, junho foi 12,3% menor que o registrado no mesmo mês do ano passado, que foi de US$ 4,529 bilhões.

As exportações de julho/2016 chegaram a US$ 16,743 bilhões, valor 18,6% menor em relação a junho/2015 pela média diária. Enquanto isso, as importações somaram US$ 12,77 bilhões, recuo de 19,3% na mesma comparação.

O Brasil pelo segundo ano seguido bate recorde na quantidade de exportação, mas commodities – bens primários com cotação internacional – estão com valores diminuindo e impactando, portanto, no valor das exportações.

Para se ter uma ideia do desequilíbrio, de janeiro a junho/2016, o volume de mercadorias exportadas cresceu 9,8%, mas os preços caíram, em média, 14,8%.

* É permitida a reprodução parcial ou total deste material, desde que citada a fonte com link.

Comentários

Comentários