Restituição do Imposto de Renda: como consultar o 5º lote

866

Os contribuintes que ainda aguardam a restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) poderão consultar o quinto lote a partir das 9h desta sexta-feira (7).  Já o crédito bancário será feito no dia 15, informou a Receita.

Serão R$ 2,576 bilhões a 2,2 milhões que fizeram a declaração em 2016 e R$ 124,2 milhões a 55,3 mil que estavam na malha fina entre 2008 e 2015, totalizando então mais de R$ 2,7 bilhões.

A consulta pode ser feita diretamente no site da Receita na internet, pelo Receitafone, no número 146 e também por aplicativo desenvolvido para dispositivos móveis.

As restituições são corrigidas com base na taxa básica de juros (Selic) acumulada entre a entrega da declaração até o mês de recebimento do crédito. Para o lote de 2016, serão 6,71%, enquanto 88,28% para o de 2008. Em todos os casos, os índices têm como base a taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada entre a entrega da declaração até este mês.

O crédito será depositado nas contas informadas na declaração. Quem não receber a restituição deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para conferir os dados.

sped-controle-xmlA restituição ficará disponível durante um ano. Fora do prazo, a solicitação deverá ser feita por meio do formulário eletrônico – pedido de pagamento de restituição, ou diretamente no e-CAC , no serviço extrato de processamento, na página da Receita na internet.

Um vídeo foi produzido para auxiliar o contribuinte ainda não acostumando a utilizar os serviços do e-CAC.

Faltarão dois lotes

Após o pagamento do quinto lote faltarão dois, liberados em novembro e dezembro.

Os contribuintes que estiverem fora desses lotes devem procurar a Receita Federal podem estar na malha fina por erros ou omissões na declaração.

* É permitida a reprodução parcial ou total deste material, desde que citada a fonte com link.

Comentários

Comentários